Grupos de pesquisa

1) Tecendo identidades, imprimindo Leituras, cadastrado no CNPq, é formado por docentes da Linha de Pesquisa 1, os quais orientam pesquisas de mestrandos do PPGEL e bolsistas de Iniciação Científica, e desenvolvem as missões do PROCAD. Responsável pela organização do Elluneb, que já está em sua terceira edição, e pelas publicações resultantes deste Evento. Também tem sob sua coordenação, conjuntamente a outros docentes, a editoração dos Cadernos de Linha, publicação destinada aos trabalhos dos mestrandos e dos graduandos de Iniciação Cientifica nas duas Linhas de Pesquisa do Programa.
Resumo: As pesquisas na área da literatura e outras linguagens que integram esse grupo, estudos se desdobram em práticas culturais de leitura, literatura e recepção, reconhecendo a variedade de expressões identitárias. Estrutura-se em 2 eixos: 1.Literatura, leitura e identidade, focando a estética da recepção, sociologia da leitura, estudos culturais e ensino da literatura- práticas,representações e percursos teórico-metodológicos; 2.Culturas minoritárias na literatura e outras linguagens, focando a leitura literária como eixo dialógico de linguagens marginadas étnica, social e estética. Linha 1 Pesquisas em andamento: Leituras rasuradas: representações da cidade contemporânea, de Carlos Magalhães; História da Literatura e Leitura: representações literáriasregionais/PROCAD/PUCRS:Cordeiro,V;Santos,P,Rios,M;Carvalho,S;Magalhães, C). Linha 2: Pesquisas em andamento: Teafro: Culturas Minoritárias na Literatura e Outras Linguagens: Comunidade remanescente quilombola; História e cultura na escola; Pisadinha do pé firme: o manifesto da cultura de roda de samba.O grupo orienta pesquisas de mestrandos PPGEL e bolsistas de I. C, vinculadas às suas respectivas linhas, tendo até 2010 computado 22 defesas.

 

2) Grupo de Estudos interdisciplinares em línguas, linguagem e culturas, GELLC, também cadastrado no CNPq, é formado por professores da Linha 2 do PPGEL, professores de outros departamentos da UNEB, alunos de mestrado, da graduação, estudantes  de Iniciação Científica  e egressos do mestrado que atuam como professores.
Objetivo: O grupo se propõe ao estudo e á pesquisa nas áreas de Análise do discurso, estudos do texto e da Sociolingüística; orienta alunos de mestrado e de iniciação científica e alunos de graduação nas atividades de Trabalho de Conclusão de Curso; tem organizado pequenos eventos e palestras e busca apoiar e colaborar na elaboração dos projetos de pesquisa dos alunos egressos do PPGEL e outros que estejam caminhando para o doutorado. Participam de eventos ligados às áreas em que atuam apresentando os resultados de suas pesquisas. Trabalhos publicados em Revistas Especializadas, em coletâneas e em Anais de eventos.

 

3) Fala e Contexto no Português Brasileiro tem participação de professores do Programa e docentes de outras Universidades baianas, alunos do Programa e alunos de graduação, em atividades de Iniciação Científica. Seus estudos têm contribuído para uma visão mais clara das características da fala baiana, bem como na especificação dos aspectos sociais e históricos que marcaram e ajudaram a definir a especificidade do português brasileiro. Vários trabalhos produzidos pelos pesquisadores já têm sido apresentados em congressos nacionais e internacionais. O grupo tem uma publicação rica, nacional e internacional, resultado do dinamismo de sua Coordenadora Profa. Norma Lopes.

 

4) Núcleo de Estudos da Análise do Discurso NEAD, certificado pela  UCSAL/BA,  tem como Líder o prof. Dr. João Antônio de Santana Neto, docente do nosso programa e é constituído de  professores da UCSAL  e da UNEB/PPGEL, alunos regulares e egressos  do PPGEL e estudantes da  graduação, com atividades de I.C.
Descrição: Dedicam-se aos estudos do discurso e do texto. Este grupo é o responsável pelo evento já consolidado Seminários em Análise do Discurso, que está em sua 6ª edição. No ano de 2011 o NEAD publicou  o livro Discursos em Análise IV. Em homenagem á professora doutora Joselice Macedo de Barreiro.

 

5) Estudo de produção e recepção em culturas e linguagens.
Resumo da proposta:  Estudo de expressões artístico-culturais na perspectiva da institucionalização, recepção e mediação, tendo como fontes de pesquisa produções literárias, massivas e midiáticas, no âmbito regional e nacional. A proposta de estudo compreenderá a dimensão sociocultural dessas produções, o diálogo entre elas, a sua linguagem e a sua história, bem como a sua recepção, tanto da crítica quanto do público.Linhas de Pesquisa do Grupo: a1) Linguagens: produção, recepção e mediações culturais; 2)  Produção e recepção em cinema e audiovisual.

 

6) Contemporâneos: Grupo de Estudo e Pesquisa em Literatura Brasileira Contemporânea – UNEB

 

7) Estudos de produção e recepção em culturas e linguagens – UNEB – Objetivo do Grupo:  Estudo de expressões artístico-culturais na perspectiva da institucionalização, recepção e mediação, tendo como fontes de pesquisa produções literárias, massivas e midiáticas, no âmbito regional e nacional. A proposta de estudo compreenderá a dimensão sociocultural dessas produções, o diálogo entre elas, a sua linguagem e a sua história, bem como a sua recepção, tanto da crítica quanto do público.

Linhas de Pesquisa1) Linguagens: produção, recepção e mediações culturais. (líder Márcia Rios da Silva) e 2) Produção e recepção em cinema e audiovisual. Maria do Socorro Silva Carvalho)

 

8) GUPEMA – Grupo de Pesquisa e Estudos em Mídias Alternativas e Midiativismo – UNEB – O GUPEMA objetiva refletir os processos de comunicação e as interações sociais destes resultantes, a partir do lugar ocupado pela mídia e pela utilização dos seus recursos, para o desempenho das identidades minoritárias e suas expressões no Brasil. Para isso, visa refletir tanto as diferentes representações, construções e desconstruções identitárias na mídia nacional como as práticas configuradas com base nessas representações. Propõe-se, também, investigar os novos movimentos e as ações que têm encontrado na mídia (grande mídia e mídias alternativas) importante suporte para desenvolvimento de novas expressões e alianças político-sociais entre Estado, democracia, terceiro setor, sociedade civil e grupos ideologicamente minoritários – elaborando, assim, novos modos de representação contra-hegemônicos, com a promoção de políticas públicas e/ou culturais para a inclusão social.

 

9) CARPA – Contemporaneidade em Artes e Pesquisas Articuladas – UNEB – Mantém ligação com o grupo de Pesquisa GIPE-CIT, PPGAC – UFBA, com a UFPA e com a UFRN. 2005-2013 Produção e participação em pesquisas e eventos cientificos 2009-2014 Realiza seminário interinstitucional (UFBA, UFRN, UNICAMP, UNEB) para discussão de currículos de artes em Licenciaturas e propostas de Extensão em Artes na UNEB. 2010 Cria o Programa Institucional de Extensão em Artes SERTÃO MAR, na PROEX-UNEB; pesquisa de licença sabática e currículo (vide PPG/UNEB). Realiza I EXPOTUDO – apresentação da pesquisa e das ações de extensão em artes e corporeidades Teatro UNEB. Participa, como grupo gerador de propostas pedagógicas e de gestão no PARFOR de Artes na UNEB; Assessoria PARFOR de Artes, NART/PROEX e o Sertão Mar 2011-14 Pesquisa o papel da cultura e artes na UNEB/Campus I e pólos do PARFOR Cursos e oficinas de Cultura e artes; comunidade Coordenação Artes/PARFOR; Criação ASCULT/UNEB Part. -Gestor na Rede Formação Cultura SECULT 2015-2016 – Curso Prod. Cultural e V EXPOTUDO.

 

10) NEL- NÚCLEO DE ESTUDOS LEXICAIS – UNEB  – 2014- criado desde agosto, tem como objetivo maior desenvolver pesquisas voltadas para os estudos lexicais. Foi apresentado ao público no dia 09/09/2014 em um Seminário de Pesquisa promovido pelo PPGEL-UNEB. 2015- foi realizada a primeira defesa de dissertação de Mestrado de um dos membros do NEL. Também foram iniciados mais dois projetos de dissertação de Mestrado relativos aos estudos toponímicos. Alguns trabalhos estão no prelo para publicação. Mais dois projetos já se formaram nessa perspectiva: Estudos toponímicos da Bahia; Atlas Toponímico do Estado da Bahia- ATOBAH. A professora Doutora da UFMG, Maria Cândida Seabra, foi convidada para promover um curso de Onomástica aos membros do NEL. O grupo também participou do Programa Cartografia, Museus e Conhecimento Escolar no Museu das Minas e do Metal de Minas Gerais sob a coordenação da Profa. Dra. Márcia Duarte dos Santos. Atualmente são realizados encontros mensais para discussões dos projetos de pesquisa e estudos teóricos.

 

11) EDIÇÃO E ESTUDO DE TEXTOS – UNEB – Os resultados das pesquisas realizadas pelos integrantes do grupo de pesquisa são apresentados em congressos nacionair e internacionais realizados no país e no exterior. Desde 2006 o grupo já realizou 6 edições do SeminÁrio de Estudos Filológicos que foram promovidos em parceria com outras instituições (UFBA, UEFS, UCSAL Faculdades São Bento) e integrantes de outros grupos de pesquisa. Além disso promoveu as seguintes atividade de extensão: Curso de Leitura e edição de manuscritos; Decifrando os segredos da escrita antiga. Foram realizados as seguintes pesquisas; Acervo da Obra de João Gumes; Resgate e edição de textos abolicionistas publicados em periódicos baianos; Edição dos anuncios de compra, venda e aluguel de escravos veiculados em O Diário da Bahia. Outros trabalhos concluidos: Em busca do texto proibido: o resgate de textos baianos na dedaca de setenta (Dissertação de Ludimila).